[Livro] Wicked

2009 - out Postado por Bruno Colli 2 comentários

Wicked: The Life and Times of the Wicked Witch of the West (traduzido como Maligna: A Versão da Bruxa – Para Os Que Amam ou Odeiam O Mágico de Oz no Brasil) é uma adaptação paralela e revisionista de Gregory Maguire da clássica série O Mágico de Oz, originalmente escrita por L. Frank Baum e continuada por vários autores desde então.

For the first time... I feel... Wicked!
Publicada pela primeira vez em 1995, a obra conta a história de Elphaba (cujo nome é uma homenagem ao autor L. Frank Baum, utilizando a pronúncia fonética das inicias de seu nome: L.F.B se torna El-Pha-Ba), uma jovem que nasce com a pele verde, e narra sua história desde sua infância até o momento em que se torna a Bruxa Má do Oeste.

Wicked traz uma nova perspectiva para a história de Oz: Aqui, Elphaba é uma protagonista trágica, e o maior destaque no enredo é sua amizade com Glinda, cuja ironia do destino foi ter se tornado Bruxa Boa do Norte, sua maior rival. Elphaba é fruto de uma relação extraconjugal, entre sua mãe, Melena, e um viajante misterioso (cuja identidade é revelada no decorrer da história, mas não quero fazer nenhum spoiler!). Além de Elphaba, Melena teve dois filhos com seu marido, o missionário Frexspar (o qual acredita ser verdadeiro pai de Elphaba): Nessarose, que não possui os braços – e mais tarde se tornaria a Bruxa Má do Leste - e Shell Thropp, o irmão mais novo que nunca chega a conhecer a mãe, pois esta falece logo após seu nascimento.

A história de Elphaba é marcada por diversas tragédias pessoais, rejeições e perda das pessoas amadas; o fato de ter pele verde é visto com maus olhos por praticamente todos ao seu redor, e entre os poucos que se aproximam dela, está Glinda; no início uma patricinha mimada e arrogante, mas que acaba se tornando sua melhor amiga. Ela também se apaixona pelo jovem Fiyero, o qual assim como Glinda, conheceu na Universidade Shiz – e acaba por ser correspondida. Sua irmã Nessarose também entra na Universidade após algum tempo e é considerada linda por todos. Ela também ganha diversos presentes do seu pai, enquanto Elphaba nunca ganhou nenhum. Entre os presentes que Nessarose ganha, está um par de sapatos de rubi – fato que marca a vida das irmãs para sempre.

­

Um fato curioso é que vários personagens presentes em O Mágico de Oztambém aparecem aqui – alguns de forma tão diferente que todas suas aparições chegam a ser surpreendentes! O personagem-título também está presente, e de forma vital para o enredo. Outro fato importante é que o musical, excelentemente adaptado por Winnie Holzman, possui várias diferenças em relação ao livro: além de mudanças no enredo e um final mais otimista, todos os personagens, principalmente Elphaba e Fiyero, estão muito mais simpáticos, diferenciando-se de suas contrapartes cínicas e amargas com a vida presentes na obra original. A trilha sonora, composta por Stephen Schwartz, é envolvente e maravilhosa mesmo para quem nunca viu a peça (o que, infelizmente, é o meu caso…). Destaque para as atrizes Kristin Chenoweth e Idina Menzel, que representam Glinda e Elphaba, respectivamente. Ambas dão um show de interpretação em seus respectivos personagens, e é impossível não se encantar com suas belíssimas vozes.

­

Recomendo fortemente Wicked para quem quer se interessa por um ponto de vista diferente, um paralelo às obras originais. Os personagens são encantadores e é muito difícil enxergar O Mágico de Oz da mesma forma após a leitura. E quem tiver a oportunidade de assistir o musical, não a desperdice e assista assim que possível, pois não vai se arrepender!