Google+
Pages Navigation Menu

Blog

[Filme] Uma Página de Loucura (1926)

Postado por em 27 de julho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] Uma Página de Loucura (1926)

Obra-prima pouco conhecida do cinema mudo, este filme de vanguarda do cinema japonês, de 1926, nasceu da convergência de importantes personalidades artísticas da época. A primeira delas, o  próprio diretor, Teinosuke Kinugasa, com seu passado de ator de teatro shimpa (corrente teatral nascida no final do século XIX derivada do Kabuki, do qual se distingue pela ambientação contemporânea), especializado no papel de onnagata, o ator que interpreta personagens femininos em um tipo de apresentação proibido para mulheres; experiência que levaria...

leia mais

[Filme] O Desprezo (1963)

Postado por em 19 de julho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] O Desprezo (1963)

O Cinema dos anos 1960 refletiu o período revolucionário da década através de movimentos que romperam barreiras e estabeleceram novos padrões de como realizar um filme. Dentre estes influentes movimentos, estava a nouvelle vague francesa, idealizada por críticos da revista Cahiers du Cinéma; um destes era Jean-Luc Godard. O período sessentista é o mais conhecido pelos apreciadores de seu trabalho, e também um dos mais prolíficos: tendo realizado seu primeiro longa-metragem em 1960, Acossado (À bout de souffle), em seis anos o cineasta já...

leia mais

[Filme] O Sanatório da Clepsidra (1973)

Postado por em 11 de julho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] O Sanatório da Clepsidra (1973)

Desde os primórdios da sétima arte, o cinema polonês tem sido sinônimo de obras autorais engajadas repletas de reflexões de cunho político e social. Após a instauração do regime pseudo-socialista que dominou o leste europeu por décadas, jovens cineastas, sob influência do neorrealismo italiano, despontaram suas carreiras cinematográficas, utilizando-se de conotações políticas em seus roteiros e relatando os horrores sofridos pela Polônia durante eventos trágicos como a ocupação alemã na Segunda Guerra Mundial e a Revolta de Varsóvia. Este...

leia mais

[Filme] Salomé (1972)

Postado por em 28 de junho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] Salomé (1972)

Se a corte do tetrarca Herodes Antipas apresentada em Salomé de Oscar Wilde traz consigo os sinais inegáveis do dandismo modern style e se na derivada Salomé da ópera de Richard Strauss o antigo mundo bíblico não poderia ser mais vienense e jugendstil, o que dizer da exibida no cinema por Carmelo Bene? Sabemos que a figura de Bene no cinema não pode ser dissociada da figura de homem do teatro, portanto sua Salomé é uma transposição teatral para o cinema. Também devemos levar em conta que as tendências artísticas mudam constantemente, e...

leia mais

[Filmes] Cremaster

Postado por em 22 de junho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filmes] Cremaster

Uma novidade? Uma provocação? Um passado revisto? São infinitos os questionamentos que podem surgir ao analisar uma obra de tamanha magnitude e pretensão. Oito anos de trabalho que resultaram em cinco filmes que, juntos, compõem o polêmico Cremaster Cycle. Contudo, não podemos nos dar ao luxo de negligenciar e refletir, ainda que passando pelo filtro de um saudável ceticismo, sobre a obra de Matthew Barney, elemento e personagem chave da arte contemporânea. Com a etiqueta de videoartista e um passado de esportista e modelo, Barney criou sua...

leia mais

[Filme] Merry Christmas Mr. Lawrence (1983)

Postado por em 17 de junho de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] Merry Christmas Mr. Lawrence (1983)

A importância de Nagisa Oshima para o cinema não se limita apenas ao movimento nuberu bagu (a nouvelle vague japonesa), do qual foi um dos maiores expoentes; seu estilo transgressor, que buscou quebrar tabus e novos meios de se realizar cinema, atingiu os pilares conservadores da sociopolítica japonesa desde o início de sua carreira. Obras como O Garoto Toshio (Shonen), O Enforcamento (Koshikei) e Diário de um Ladrão de Shinjuku (Shinjuku dorobo nikki) refletem um desejo do cineasta de ir contra o senso comum; filmes que, até hoje, servem...

leia mais

[Filme] Cézanne: Conversation avec Joachim Gasquet (1990)

Postado por em 6 de junho de 2014 em Destaques, Filmes | 1 comentário

[Filme] Cézanne: Conversation avec Joachim Gasquet (1990)

As mais recentes histórias sociais das mídias indicam o cinema como uma experiência do século XX, que conjuga arte e comunicação de uma forma exemplar. A mais conhecida teoria crítica dos gêneros cinematográficos, Filme/Gênero (Film/Genre), de Rick Altman, compartilha dessa ideia e faz um estudo sobre os gêneros como sendo fruto de uma relação contratual entre diversos agente sociais. Cinema como arte, cinema como meio ou instrumento, portanto. Dito isto, vamos a Cézanne: Conversation avec Joachim Gasquet do casal Straub-Huillet. Um filme...

leia mais

[Filme] Num Ano de 13 Luas (1978)

Postado por em 24 de maio de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] Num Ano de 13 Luas (1978)

O amor é mais frio que a morte. Naturalmente estamos falando do amor rotulado pelo filme homônimo de Fassbinder, assolado por uma trama apocalíptica e, ao mesmo tempo, assombrado pela monotonia e pelo tédio da classe média. É, contudo, do amor mais comum que nos fala o diretor, é o sol que tenta cegar quem já está cego. É um andarilho desmotivado e sem metas que habita a tela somente pelo prazer de estar ali, presenciando de modo completamente alienado os cenários fassbinderianos, aqueles tableaux que parecem intercalar-se com a mesma...

leia mais

[Filme] Moisés e Arão (1975)

Postado por em 21 de maio de 2014 em Filmes | 0 comentários

[Filme] Moisés e Arão (1975)

A matéria de hoje é por conta de Fernando Mendonça, amigo e colaborador pessoal do blog e redator da revista online Filmologia. Um milagre. A primeira cena do primeiro ato de Moisés e Arão (Moses und Aron) pode muito bem ser considerada assim. Talvez nunca o cinema tenha dado maior prova de que, como o homem, ele também possui um espírito. E em sua vida própria, também comunga um ideal de divindade, que pode habitá-lo, comovê-lo, manifestar-se através de seu corpo: da Imagem. Há uma espiritualidade no plano que abre sobre a cabeça de Moisés –...

leia mais

[Filme] Três Vidas e Uma Só Morte (1996)

Postado por em 14 de maio de 2014 em Destaques, Filmes | 0 comentários

[Filme] Três Vidas e Uma Só Morte (1996)

A filmografia do Raoul Ruiz tornou-se reconhecida por sua versatilidade; atravessou inúmeros gêneros distintos, do surrealismo ao drama épico, passando por biopics e por obras sui generis, impossíveis de serem classificadas ou categorizadas num padrão pré-estabelecido de cinema. A grande maioria de seus trabalhos possui um diferencial que enriquece a experiência cinematográfica do espectador. Com Três Vidas e Uma Só Morte (Trois vies et une seule mort), de 1996, o diretor chileno talvez tenha realizado sua obra mais acessível. Tal...

leia mais
Tumblr